¿Cómo irás a reagir ao que poderá ser dito durante una Conferência Geral?

2 de abril de 2014

español | Inglés

Por Randall Thacker, Presidente da Afirmação

IMG_1152¿Cómo irás a reagir ao que poderá ser dito durante una Conferência Geral?

Não fiquem surpresos por ouvirem discursos acerca de proteger o casamento tradicional, etc. Decidir com antecedência focar-te em mensagens inspiradoras que TE ajudem a crescer espiritualmente.

Durante a Conferência Geral de Outubro de 2013, havia um número excelente de discursos espiritualmente enriquecedores que foram dados e muitas das suas mensagens inspiradoras foram espalhadas por todos os media. Ainda assim, houveram dois discursos sobre o casamente gay durante una segunda metade da conferência que também foram espalhados pelos media, isso causou uma dor e sofrimento tremendos a alguns.

Então o que vamos ouvir nesta Conferência Geral? Eu não sei ao certo, mas há uma grande probabilidade de ouvirmos acerca de la protección de la familia tradicional, preocupações acerca de la legalización del casamento gay, eo pecado que são relações íntimas que no envolvam um homem e uma mulher. Não fiquem surpresos quando eles forem abordados! Não é novo e para algumas das autoridades gerais estes são tópicos de grande importância e sê-lo-ão para o resto das suas vidas. É pouco realista pensar que eles deixassem de falar destes assuntos de repente. Vamos ser muito honestes - isto não irá mudar de um dia para o outro ou cada 6 meses. Eu comparo o aumento da aceitação e respeito, nestes last anos, dos indivíduos LGBT dentro da comunidade Mórmon aos Israelitas serem libertados do Egipto. Essa liberdade foi um grande alívio. Ainda assim, o que veio depois? Cuarenta años de altos e baixos, adversidades, sofrimento, e um processo muito gradual até eventualmente entrarem na Terra Prometida. Isso será o mesmo para a Igreja institucional - uma grande e longa jornada.

A escolha de fazeres o que queres com o que ouves é TUA. É uma grande bênção saber que somos “livres de agir por nós mesmo e não porque algo nos é imposto”. Nós podemos escolher o que ouvir eo que não ouvir, o que nós sentimos, também escolhemos se é de valor para o nosso crescimento espiritual ou não. O Presidente Dieter F. Uchtdorf lembrou-nos na última conferência que os líderes da Igreja não são perfeitos e "há coisas que foram ditas ou feitas [por líderes da Igreja] que não estão em harmonia com os nossos valores." Nós podemos ouvir e decidir agir sob aquilo que ouvimos. Nós não temos de aceitar tudo o que ouvimos e não podemos ter uma abordagem de tudo ou nada. Nós podemos misturar as nossas experiências espirituais com o que foi dito e depois perceber o que podemos aprovechar e pôr de parte usando o nosso livre-arbítrio e revelação pessoal. Quando eu era jovem, eu era um robô durante una conferência, recebi informação que era simplemente armazenada e processada pela minha obediência cega. Eu não o faço agora e nunca mais o farei, e eu não acredito que o meu Pai Celestial me queria dessa forma.

Durante anos, quando eu estava mais vulnerável, eu escolhi, tendo em conta a minha sanidade mental e emocional evitar completamente a conferência ou então eu escolheria fuertes quais os discursos que eu ia ler através do título ou referência em vez de assistir à conferência ao vivo . Durante anos o envolvimento da Igreja com o Proposition 8 eu não tinha desejo nenhum de ouvir o que os líderes da igreja tinham para dizer. Eu sentia que não podia confiar neles. Ocasionalmente, eu iria ler um artigo partilhado no Facebook que parecia bom, de seguida o lia e era edificado. Disto eu aprendi que no era justo para mí pensar “no tudo ou nada” e que ainda havia líderes da igreja que me podiam inspirar.

Há cerca de 4 años atrás, eu estava em casa para a Páscoa e assisti à Conferência quase toda com os meus pais. Eu fiquei positivamente surpreendido quando vi o quão tocado estava pela maioria dos discursos e pelo quão edificado eu fiquei depois do fim-de-semana ter passado. Houve uns quantos discursos que dentro de 30 segundos sabia que não me iriam ajudar, então fazia outras coisas ou ia para o jardim disfrutar do sol e das flores. Desde então, eu estou mais aberto e receptivo e consigo apreciar o valor espiritual dos discursos da conferência geral. Eu estou plenamente consciente que consigo ficar com o que sinto que é correto e pôr o resto de parte.

Eu vos convido a valorizar o vosso livre-arbítrio ea bênção de revelação pessoal este fim-de-semana que está para vir. Não aceitem tudo, só porque vos é dado. Estudem o que ouvirem nas vossas mentes, e depois perguntem ao Pai se é a certo (D. y C. 9: 8). Se assistir à conferência não for emocionalmente saudável para vocês, fiquem a saber por meio de outras pessoas quais discursos eles acharam que foram bons e então leiam e assistam a esses mais tarde. Foquem a vossa vida em como se tornarem mais como o nosso Salvador e em como desenvolver os frutos do Espírito. Não deixem que outras coisas vos distraiam de crescer espiritualmente e de ajudarem a construir Sião.

Se vocês estiverem na cidade de Salt Lake para a Conferência Geral, juntem-se a nós na Sexta-feira à noite, 4 de Abril para uma pré-conferência.

Juntem-se a nós para uma Discussão pós-Conferência interactiva e virtual na Quarta-feira, 9 de Abril às 20h00 fuso horário da costa leste dos EUA (18h00 fuso horário do zona montanhosa). Berta Marquez vai apresentar um painel para Mórmones LGBT, membros da família & amigos que iram discutir e receber perguntas acerca da conferência. Visite-nos www.affirmation.org nos próximos dias para mais detalhes.

Publicado en:

¡Reciba el boletín electrónico de Afirmación con contenido como este en su bandeja de entrada!

Deja un comentario