Encontrar paz por meio da gratidão em face da adversidade

fevereiro 22, 2019

Társio Benício

por Társio Benício, membro transgênero da Affirmation Brasil

Hoje, quero falar sobre algo que li há muitos anos; algo que muitas vezes penso e sinto, mas nos últimos dias tem estado constantemente em minha mente: gratidão.

Não, não quero pregar sobre isso, mas quero oferecer uma reflexão sobre isso. Muitas vezes reclamamos de nossos parentes, especialmente daqueles que nos criaram, nos educaram, nos nutriram, cuidaram de nós quando estávamos doentes e que estiveram ao nosso lado quando estávamos com medo. Sei que há exceções, mas geralmente nos concentramos nas coisas que não nos foram dadas, e não no que elas nos deram. Se você já conversou com um pai sobre ser pai, logo percebe que ele está sempre em estado de alerta. Os pais nunca dormem da mesma maneira depois de terem filhos.

Você foi injustiçado por sua família? Sua família é disfuncional? Tóxico? Você não está sozinho. Muitos experimentaram ou hoje experimentam o mesmo. A questão é: o que você faz para sair dessa situação? Murmurar e reclamar para os outros não mudará sua situação. "A fé sem obras é morta." Quando simplesmente não sabemos o que fazer e nos falta fé, devemos procurar alguém que seja mais velho; alguém em quem confiamos, alguém com mais experiência do que nós. Mesmo se você tiver fé, não despreze a sabedoria dos mais velhos. É valioso.

Não seja uma vítima. Cuide de suas feridas. Se você não conseguir lidar com eles sozinho, procure ajuda profissional. Tentar curar onde você foi ferido é quase impossível se a sua situação não mudar. De propósito, separe-se daquelas coisas ou pessoas que o machucam. Não importa o quão ruim sejam os membros de sua família, você não pode deixar de ser quem você é. Você não precisa enfrentar o castigo deles por causa de quem você é, mesmo que tenha gratidão pelas coisas que eles lhe forneceram. Eles receberão o que merecem pelo tratamento que dispensam a você, mas você deve encerrar o ciclo. Do contrário, o ódio, o rancor e a doença eterna farão parte de você.

Mesmo diante da adversidade, como podemos continuar a ser gratos pelo que recebemos e a ser abertos com outras pessoas em nossa vida? Procure compreender, mas não se esqueça, as coisas prejudiciais que foram feitas a você. Não se concentre nessas coisas, pois isso permitirá que continuem a prejudicá-lo. Olhe além da adversidade e tente perceber o lado positivo. Viva o presente sem o peso do passado. Sua mente e seu coração vão agradecer. Você vai se sentir mais em paz. Só você é capaz de construir sua própria escada de resiliência. Faça paz. Seja gentil. Pratique a gratidão.

Postado em:

Receba o boletim eletrônico da Afirmação com conteúdo como este em sua caixa de entrada!

Deixe um Comentário