As escrituras fazem parte de mim

julho 31, 2017

Por Alexsandro Assancheyds – Membro Afirmação São Paulo

 

Quando membros da Igreja SUD, assumem sua homossexualidade a tendência é que deixem de frequentar as reuniões dominicais, as atividades e consequentemente de ler as escrituras. Um grande erro, pois, toda religião utiliza as escrituras para a manutenção de suas crenças e com os mórmons não poderia ser diferente.

Como Mórmon LGBT e membro da verdadeira Igreja de Cristo, não devemos deixar de ler as escrituras, principalmente na intenção de encontrar passagens/textos que comprove o que e em que nós acreditamos.

Para aqueles que me conhecem sabem que qualquer um que tentar usar as escrituras contra a minha orientação sexual não terá êxito.

Há alguns anos tomei a decisão de ler as escrituras para provar que minha condição sexual não é pecado.

Aconselho a todos a fazer o mesmo, pois posso afirmar que terão uma experiência incrível.

Embora as escrituras tenham seis ou sete passagens dando a entender que nossa condição sexual não é a certa, entre tantas outras, nada se encontra nas escrituras algo referente à homossexualidade em tempos modernos.

É necessário fazer um estudo profundo e em espírito de oração, buscando textos do original para termos melhor compreensão.

Ao estudar as escrituras buscamos entender melhor nossa verdadeira natureza como filhos e filhas LGBT de Deus, obtendo luz e compreensão de que Ele nos ama, e por este amor jamais nos lançará em um lugar ruim por sermos quem somos.

A promessa é de que terá uma experiência incrível. Sua autoestima será elevada, a fé fortalecida, terá ainda mais argumentos quando por qualquer motivo alguém tentar usar as escrituras para nos condenar.

Poderemos trocar experiências com base nas escrituras com outros irmãos LGBT.

Amados irmãos tomem esta sábia decisão hoje, assumam sua verdadeira identidade como Filhos e Filhas de Deus.

Devemos lembrar sempre que “somos deuses”, não permitamos que digam menos que isto.

As experiências que vivemos nesta terra tem um único propósito, nos tornar deuses.

Pois para isto nascemos e para isto viemos a terra.

Postado em:

Receba o boletim eletrônico da Afirmação com conteúdo como este em sua caixa de entrada!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Deixe um Comentário