Eu também preciso dele - BYU USGA compartilha um vídeo importante

14 de abril de 2015

como postado em byuusga.wordpress.com

Eu também preciso dele tem como objetivo lembrar os alunos da BYU, mórmons e pessoas em todos os lugares, que só porque alguém é lésbica, gay, bissexual, transgênero, homossexual ou atraído pelo mesmo sexo, não significa que não possa ser espiritual, mórmon, membro do Igreja, ou acreditar em Deus e Jesus Cristo. Na guerra de retórica e emoções em torno do casamento entre pessoas do mesmo sexo e da legislação de direitos religiosos e anti-discriminação, o que muitas vezes se perde é a realidade de que há pessoas no meio. Pessoas reais. Com esperanças e sonhos como você. Este não é "nós" versos "eles". Não existe "eles". Os direitos dos homossexuais e os direitos religiosos não são opostos que precisam ser equilibrados. Existe apenas nos. Eu não sou tão diferente de você, e você não é tão diferente de mim.

Como disse o Presidente Uchtdorf,

Se você pudesse ver em nossos corações, provavelmente descobriria que se encaixa melhor do que imagina. Você pode se surpreender ao descobrir que temos anseios, lutas e esperanças semelhantes às suas. Sua formação ou educação pode parecer diferente do que você percebe em muitos santos dos últimos dias, mas isso pode ser uma bênção. Irmãos e irmãs, queridos amigos, precisamos de seus talentos e perspectivas únicas. A diversidade de pessoas e povos em todo o mundo é uma força desta Igreja.

Postado em:

Receba o boletim eletrônico da Afirmação com conteúdo como este em sua caixa de entrada!

1 comentário

  1. Chuck em 01/05/2015 às 2:05 PM

    Pessoas são pessoas, ninguém tem o direito de interferir na vida, seja gay, estreito ou bi / TS. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana. Vamos acabar com o ódio, os fanáticos e a porcaria estúpida que permeia a terra e viver como seres humanos se aceitando. Obrigado!

Deixe um Comentário