O pai de um adolescente mórmon gay reflete sobre as implicações doutrinárias de exigir celibato

19 de outubro de 2014

No blog “No More Strangers”, Thomas Palani Montgomery discute a diferença entre “celibato” - um conceito estranho à doutrina e prática mórmon - e “abstinência” ao longo da vida.

“Para aqueles que escolheram o celibato, não posso expressar o respeito suficiente. Você está vivendo uma lei que não foi pedida a ninguém na Igreja. Está além das leis do sacrifício, do evangelho e do casamento. Você colocou suas esperanças, sonhos, futuro e família no altar e entregou tudo ao Senhor. ”

“Quero que todo bispo mórmon saiba o que está pedindo aos jovens gays que aconselha. Quero que ele lidere com compaixão e coloque seus julgamentos de lado. Quero que ele apoie esses jovens, quer eles escolham ficar na Igreja ou não. Não destrua as esperanças e sonhos dessa juventude exigindo um compromisso com o celibato. Deixe que eles se encontrem e resolvam as complicações que você nem mesmo considerou. Ouça e permita que o espírito edifique você e o jovem gay à sua frente. ”

Leia o ensaio completo aqui:

http://www.nomorestrangers.org/the-doctrine-of-celibacy/

Postado em:

Receba o boletim eletrônico da Afirmação com conteúdo como este em sua caixa de entrada!

Deixe um Comentário