Vídeo: Affirmation LIVE Virtual Fireside com Charlie Bird e Savannah Stevenson

1 de junho de 2020

O primeiro de nossos serões virtuais mensais! Este mês, estamos entusiasmados em ter Charlie Bird como nosso orador convidado com apresentações musicais de Savannah Stevenson.

Charlie Bird foi o mascote da Brigham Young University, Cosmo the Cougar, de 2016 a 2018. Ele recebeu aclamação nacional por suas várias apresentações de dança com o BYU Cougarettes e se apresentou em palcos em todo o país, incluindo o ESPN College Football Awards. A NBC Sports apelidou 2017–18 de “Ano do Mascote” em homenagem ao personagem e ao desempenho de Cosmo. Charlie nasceu e foi criado em Southwest Missouri e serviu uma missão de dois anos para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Redlands, Califórnia. Ele se formou na BYU em 2018 com diplomas em gestão da cadeia de suprimentos global e estudos de espanhol, depois se mudou para a cidade de Nova York para trabalhar no setor de consultoria e investimento global. Charlie é um defensor ativo do LBGTQ e está envolvido com várias organizações LGBTQ sem fins lucrativos em Utah e em todo o país. Seu livro, Sem Máscara: Saindo e Entrando na Luz de Deus, está programado para publicação pela Deseret Book no final deste ano.

Savannah Stevenson é uma atriz consagrada do West End, mais conhecida por interpretar Glinda em Wicked. Outros créditos teatrais incluem Guenevere in Camelot no London Palladium, Sybil Evers em Chariots of Fire no Gielgud Theatre e o elenco original de Mary Poppins. Suas aparições na televisão e no cinema incluem Emmerdale (ITV), My Dinner with Hervé (HBO), Holby City (BBC) e Doctors (BBC). Savannah interpreta Maria, Mãe de Jesus na série de vídeos bíblicos para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

 

Receba o boletim eletrônico da Afirmação com conteúdo como este em sua caixa de entrada!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

3 comentários

  1. David Johnson em 01/06/2020 às 8:45 AM

    Eu antecipei outra coisa e me peguei encolhendo tanto nos primeiros 15 minutos que simplesmente tive que desistir. Eu fico querendo fazer uma oração de abertura, mas era um Mórmon simples com frases velhas. E cantando I Am A Child of God ?? Realmente? - não havia uma música mais edificante e não secular que poderia ter sido escolhida que seria muito mais inspiradora e edificante? Parecia muito assustador para mim - memórias tristes e emocionantes de minha juventude dentro dos confins SUD do que um show de talentos divertido e edificante e uma “lareira” da Affirmation. Você não precisa replicar a cultura SUD para honrar que todos viemos de lá. Não estou interessado em participar de mais eventos desse tipo.

  2. Betsy Shepherd em 28/06/2020 às 8:10 AM

    Grande lareira e bela música. Eu amei sua msg. Tão verdade. Você tem muito talento. Estou feliz que você seja quem você é, Charlie.

  3. Dean Snelling em 08/07/2020 às 8:19 PM

    Como um santo dos últimos dias excomungado que vai à Igreja todas as semanas, fiquei emocionado com o serão. Em contradição com David Johnson acima, achei revigorante ter um serão que poderia ser apreciado por aqueles que não são membros, membros, ativos ou não ativos, que me deixou com um ponto quente quando acabou. Eu teria gostado de colocá-lo no Facebook, mas, infelizmente, ele não abriu corretamente quando tentei colocá-lo lá. Apesar disso ainda tinha 4 pessoas que gostaram. Fiquei feliz por não haver nada na fogueira que fosse confrontador para ninguém, mas tinha uma mensagem maravilhosa que deveria ter sido acolhedora para todos. Visto que Afirmação é para qualquer pessoa que tenha um passado SUD, eu acho que mesmo os não-crentes - aqueles que se sentem em desacordo com a Igreja não se sentiriam ou não deveriam se sentir ofendidos por uma lareira tão bonita.

Deixe um Comentário