Oferecendo um Trabalho de Amor e Compaixão

fevereiro 22, 2019

Affirmation Europe Volunteers

por luiz correa
traduzido por Joel McDonald

Em novembro de 1997, a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) proclamou 2001 como o Ano Internacional dos Voluntários. A história do voluntariado está ligada à própria história das ações dos indivíduos em relação aos seus pares.

O crescimento das primeiras vilas e cidades e o deslocamento das pessoas para longe de suas famílias exigiram novas formas de assistência social. As primeiras civilizações egípcias, por exemplo, tinham um código moral severo baseado na justiça social. Essas leis incentivavam as pessoas a trabalharem voluntariamente, por exemplo, transportando uma pessoa pobre através do rio, sem cobrar nada.

“As primeiras igrejas cristãs criaram fundos para sustentar viúvas, órfãos, doentes, pobres, deficientes e prisioneiros. Os fiéis deveriam trazer doações voluntariamente colocadas à mesa do Senhor para que os necessitados pudessem recebê-las das mãos de Deus. Os primeiros legados foram autorizados pelo imperador Constantino I, no ano 231 DC, possibilitando a doação de recursos para caridade. No mundo islâmico, a filantropia foi usada para criar grandes hospitais. Exemplos remotos de fundos de miséria também vieram do Islã, quando pacientes indigentes receberam cinco moedas de ouro assim que receberam alta. ” (Hudson, 1999, p.22)

As organizações de voluntários sempre tiveram um papel muito importante na manutenção dos valores humanitários, direcionando seus esforços para a obtenção de resultados mais substanciais e mantendo relações de trabalho que privilegiam valores individuais como ética, respeito e contribuição.

O mundo de hoje não existe sem o apoio dessas organizações que têm ajudado pessoas ao redor do mundo, lutando contra a fome, as doenças, a perseguição, a injustiça e trazendo um pouco de esperança; ajudar as pessoas a superar suas dificuldades, espirituais ou materiais.

A afirmação está entre essas organizações. Seu principal objetivo é levar o bem-estar social e espiritual de seus integrantes. Em todo o mundo, existem milhares de voluntários distribuídos em países das Américas, Europa, Ásia e Oceania, que trabalham para fornecer uma comunidade de apoio a milhares de mórmons LGBTQ em busca de autoaceitação e salvar vidas.

Afirmação que visa fornecer conhecimento e treinamento para aqueles que trabalham para apoiar os outros. Começando na Conferência Internacional da Affirmation do ano passado em Lake City, a Affirmation começou a fornecer treinamento de prevenção de suicídio aos participantes da conferência em inglês, português e espanhol para que eles possam retornar a seus países e ajudar outras pessoas em seus idiomas nativos.

Nota do tradutor: Com o foco da Afirmação em organizar novos e fortalecer capítulos existentes nos Estados Unidos e Canadá, há ainda mais maneiras de se voluntariar para apoiar os mórmons LGBTQ, seus familiares e amigos. Se você gostaria de se envolver em sua área local, Clique aqui para nos informar!

Postado em:

Inscreva-se para receber conteúdo como este em sua caixa de entrada!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Deixe um Comentário